7.9.09

                                    

 

Antes do debate de hoje, as previsões de vários comentadores anteviam um noite trágica para Ferrira Leite, cujo estilo monótono, com tendência para a gaffe seria cilindrado pela oratória de telegenia de Louçã. A realidade, porém, viria a desmentir cabalmente tais prognósticos.

 

De facto, não só não foi uma noite trágica para Ferrreira Leite, como a líder do PSD venceu o debate, sem margem para dúvidas. Curiosamente, a sua principal (e mais determinante) arma foi o seu estilo : a serenidade, a falta de talento oratório e a sua apelativa genuinidade é que trocaram as voltas a Louçã. Será que foi imprevidência do líder do BE, que sabendo o perfil político de Ferreira Leite, não ajustou convenientemente o seu estilo? Creio que não foi apenas isso. Julgo que a razão principal é outra (e mais profunda): Louçã só brilha em discussões crispadas, violentas, mais de críticas pessoais do que de debate de ideias. Louçã tem um talento inato para insultar, para travar "guerras verbais", para entrar em guerra de acusações - fora disso, é politicamente inábil, porque o modelo de país que defende é uma ilusão. E ele sabe disso, como reputado Professor de Economia que é.

 

Neste sentido, quando o seu opositor é Ferreira Leite, que não se importa de afirmar que concorda com Louçã em determinados aspectos, com a mior sinceridade do mundo, o líder do BE fica perdido, sem saber como reagir, sabendo que tem que discordar (mas não sabe como). Louça ficou visivelmente atordoado e jamais julgara que o debate com a líder do PSD fosse tão pacífico. Enfim, é a diferença entre quem está na política pelo espectáculo e quem está na política para resolver os problemas concretos dos portugueses...

 

Momento da noite:Ferreira Leite, pintada como a líder  obcecada pelos números, retrógrada, sem sensibilidade social, ensina a Louçã, o grande progressita, o mago da Esquerda social,  que a oferta de serviços de saúde não pode estar dependente de uma valiação numérica ou orçamental, sendo uma questão de justiça social. E esta, hein?

 

Em suma, este debate foi muito positivo para Ferreira Leite, terminando uma semana em que  - acredito-   ganhou avanço em relação a Sócrates (que teve semana horribilis). Mais: o debate do hoje coloca ainda mais pressão a Sócrates no debate com Louça, na medida em que a estrateégia poderá ter que mudar. Aparentemente, o líder do PS tinha na mente um debate duro, agressivo, sem tréguas com Louçã (que já foi classificado como o debate mais complicado pelas hostes socialistas). Agora não: Sòcrates vai ter que refrear o seu nervosismo e a sua arrogância e ser mais sereno no confronto com o líder do BE. Caso contrário, as pessoas vão comparar e quem sai a ganhar é ferreira Leite. Porque conseguiu, perante uma picareta-falante como Louçã, debater ideias e manter postura de Estado, mostrando a sua grandeza de carácter.

 

(publicado também no psicolaranja)

LinkUma ideia de João Lemos Esteves, às 20:39  Opinar

De João Lemos Esteves a 7 de Setembro de 2009 às 20:41
Nota geral debate - 14(-), o debate mais agradável de seguir até agora.

Nota Louçã- 11 - estratégia mal definida, discurso muito redondo, intervenções pouco conseguidas. Tendo em vista seus objectivos, não alcançou nenhum...Está a preparar-se para Sócrates (tem estilo mais parecido consigo).

Nota ferreira Leite- 15. Na minha opinião, a sua melhor intervenção televisiva desde há muito.

Mensagem do Presidente

Bem-vindo ao blog da B. A Secção B sempre se distinguiu por uma forma de estar na Política, fazer Política, mas principalmente pensar Politica. Este espaço é disso representativo: um local de debate, troca de ideias e ideais. Participa, temos as portas abertas a todos os contributos! Abraço e até já! Guilherme Diaz-Bérrio
Queres saber mais? Procura-nos:
No Twitter através de http://twitter.com/JSDSeccaoB No Facebook em http://www.facebook.com/pages/JSD-Seccao-B/105330659538096?ref=mf Ou enviando-nos um e-mail a solicitar a inscrição na mailing list para seccaob.jsd@gmail.com
Notícias

Presidenciais

Acreditas em Portugal? Se acreditas no teu país e num bom Presidente, vota em algúem que tem competência, experiência de vida e que respeita os interesses do teu país. Dia 23 de Janeiro, VOTA Cavaco Silva
Órgãos da Secção
. MESA DO PLENÁRIO Presidente:
João Gomes da Silva
Vice-Presidente:
Inês Palma Ramalho
Secretário:
Ana Sofia Lamares
Suplentes:
Sara Castanho
Nuno Martins
José Carlos Pereira

. COMISSÃO POLÍTICA Presidente:
Guilherme Diaz-Bérrio
Vice-Presidentes:
João Prazeres de Matos
Joana Tenazinha
Michael Dean Fialho
Secretário-Geral:
Diogo Santos
Vogal:
Nuno Miller Bastos
Essi Leppänen da Silva
Ivan Roque Duarte
Leonor Vieira
Luís Miguel Frias Figueiredo e Oliveira
Maria Inês Bandeiras
João Lemos Esteves
Ricardo Soares
Suplentes:
Rita Fidalgo Fonseca
Miguel Botelho
Ana João Pissarra
Jorge Pinheiro
Isabel Domingues
Luís Santos
Raquel Vilão
Vasco Borges Moreira
Tiago Venâncio de Matos
Filipe Carvalho
Abel Silva
Inês Rocheta Cassiano
Ricardo Monteiro
Política de Verdade
Pesquisa no Blog
 
Think Tank
Onde estamos
Morada:
Campo Pequeno, 16-3º, Lx

E-mail: seccaob.jsd@gmail.com

Analytics