30.11.10

 

No passado fim-de-semana, todos os caminhos foram dar a Coimbra. O momento da grande decisão tinha chegado, o XXI Congresso da JSD. Na reunião magna desta grande estrutura apresentaram-se dois projectos, duas ideias, dois candidatos, duas personalidades distintas. Mas apenas uma vontade, um desejo comum: o bem-maior da JSD. De um lado, Carlos Reis e do outro Duarte Marques.


Ambos estavam à altura do desafio a que se propunham. Divergiram no estilo e na substância da dialéctica. Apresentaram-se aos militantes com os seus projectos, para devolver esperança a todos os jovens neste momento crítico que o país atravessa. Não obstante, e pese embora o facto de ser público que apoiei a candidatura do Duarte, foi-me possível identificar duas posturas e atitudes bastante assimétricas. Enquanto o Carlos Reis mostrou o seu material de campanha, o Duarte mostrou-se a ele mesmo. Se de um lado havia distância entre o discurso e os militantes, do outro lado havia proximidade e uma cultura humanista.


Foi o momento para avaliar o mandato da anterior CPN e decidir o futuro da JSD, mas também era a oportunidade de rever amigos. Nem só de trabalho vive o homem. E aqui reside a magia dos congressos. Era a ocasião de rever histórias, aventuras (dentro e fora da estrutura), de confraternizar, sendo que a circunstância de cada um apoiar mais ou menos explicitamente um dos dois candidatos não impediu que se gerasse um espírito de companheirismo e de amizade.


Após uma longa noite a fazer o balanço da anterior gestão da JSD, é de destacar que durante grande parte do dia de Sábado, vários grupos temáticos trabalharam afincadamente no sentido de serem apresentadas as melhores propostas nas diversas áreas que estavam em discussão. É de ressalvar e destacar o espírito de entrega e de disponibilidade com que este trabalho foi feito, onde o interesse colectivo se sobrepôs aos interesses pessoais. A JSD não é uma escola de “politiquice”. É uma organização de jovens sociais-democratas que se preocupa com os problemas da juventude no nosso tempo, assumindo uma atitude pró-activa, irreverente, mas muito responsável nas propostas e soluções que protagoniza.


Devo também confessar que, para mim, foi especialmente emotivo o facto de este ter sido o meu primeiro Congresso da JSD enquanto militante da B. Finalmente, estou a trabalhar com amigos, que simultaneamente são quadros de excelência da JSD e que me fazem acreditar num futuro melhor. Sinto-me em casa. E aqui é indissociável o contributo inestimável que o nosso João Gomes da Silva prestou à candidatura do Duarte, tendo, muito justamente, sido nomeado Secretário-Geral Adjunto da CPN.


Foi também um momento de despedida porquanto alguns membros da nossa família partidária abandonaram este barco para entrar num navio maior. Pedindo desculpa a todos os militantes que saíram e que expressamente aqui não vou mencionar, não posso deixar de referir os nomes do Pedro Rodrigues, Daniel Fangueiro, António Leitão Amaro, Joaquim Biancard Cruz por todo o contributo que nos deram. Pessoalmente são pessoas que me marcaram, e por isso mesmo não posso deixar de dizer: Obrigada. Nós, os que ficamos, vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para honrar o legado que nos deixaram.


O Duarte trabalhou durante meses. Correu o país de Norte a Sul, passando pelas Ilhas. Ouviu e sentiu. Superou-se na entrega e na capacidade de mobilizar e de motivar os jovens militantes a lutarem a seu lado. O esforço foi compensado com uma confortável vitória em Congresso. Jamais esquecerei a subida do Duarte ao palco, e a sua primeira palavra do seu inspirado discurso de vitória – Obrigado. Jamais esquecerei a presença do Dr. Pedro Passos Coelho, demonstrando a sua sensibilidade com os problemas dos jovens. Jamais esquecerei a música “Coimbra tem mais encanto” cantada ao vivo pelo Congresso inteiro. Jamais esquecerei o orgulho que senti a cantar o hino da JSD, a plenos pulmões, mais com o coração do que com a voz. Jamais esquecerei o arrepio que me causou o hino nacional. Foi mágico. Parabéns Duarte, Parabéns JSD!

 

 

Um texto de Inês Rocheta Cassiano

LinkUma ideia de JSD Secção B
Editado por Essi Silva em 13/01/2011 às 16:19, às 20:09  Opinar

De xana a 2 de Dezembro de 2010 às 10:03
Foi um grande congresso feito com todos e por todos!

Grande sinal que todos demos em Coimbra. Serão dois anos de trabalho e dedicação, sem nunca baixar os braços ou perder o ânimo, porque precisamos de mudar o rumo que o país está a tomar e conquistar um futuro para a nossa geração.

E a B é composta por militantes muito válidos, com uma enorme capacidade de liderar este projecto e fazer a diferença na mudança.

Vamos a isso e contem com o movimento XI(T) ;)

De Essi Silva a 12 de Janeiro de 2011 às 18:31
Tenho pena de não ter ido ao Congresso! =(

Mensagem do Presidente

Bem-vindo ao blog da B. A Secção B sempre se distinguiu por uma forma de estar na Política, fazer Política, mas principalmente pensar Politica. Este espaço é disso representativo: um local de debate, troca de ideias e ideais. Participa, temos as portas abertas a todos os contributos! Abraço e até já! Guilherme Diaz-Bérrio
Queres saber mais? Procura-nos:
No Twitter através de http://twitter.com/JSDSeccaoB No Facebook em http://www.facebook.com/pages/JSD-Seccao-B/105330659538096?ref=mf Ou enviando-nos um e-mail a solicitar a inscrição na mailing list para seccaob.jsd@gmail.com
Notícias

Presidenciais

Acreditas em Portugal? Se acreditas no teu país e num bom Presidente, vota em algúem que tem competência, experiência de vida e que respeita os interesses do teu país. Dia 23 de Janeiro, VOTA Cavaco Silva
Órgãos da Secção
. MESA DO PLENÁRIO Presidente:
João Gomes da Silva
Vice-Presidente:
Inês Palma Ramalho
Secretário:
Ana Sofia Lamares
Suplentes:
Sara Castanho
Nuno Martins
José Carlos Pereira

. COMISSÃO POLÍTICA Presidente:
Guilherme Diaz-Bérrio
Vice-Presidentes:
João Prazeres de Matos
Joana Tenazinha
Michael Dean Fialho
Secretário-Geral:
Diogo Santos
Vogal:
Nuno Miller Bastos
Essi Leppänen da Silva
Ivan Roque Duarte
Leonor Vieira
Luís Miguel Frias Figueiredo e Oliveira
Maria Inês Bandeiras
João Lemos Esteves
Ricardo Soares
Suplentes:
Rita Fidalgo Fonseca
Miguel Botelho
Ana João Pissarra
Jorge Pinheiro
Isabel Domingues
Luís Santos
Raquel Vilão
Vasco Borges Moreira
Tiago Venâncio de Matos
Filipe Carvalho
Abel Silva
Inês Rocheta Cassiano
Ricardo Monteiro
Política de Verdade
Pesquisa no Blog
 
Think Tank
Onde estamos
Morada:
Campo Pequeno, 16-3º, Lx

E-mail: seccaob.jsd@gmail.com

Analytics